Abesco cobra política de eficiência energética

22-06-2016

Em momentos de sobra de energia, como o Brasil atravessa, é fácil esquecer a relevância de utilizar sabiamente o recurso. Nesse sentido, o diretor financeiro da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (Abesco), José Marcelo Sigoli, salienta que, atualmente, há uma preocupação com a diversificação da matriz energética, mas o melhor uso da eletricidade está sendo negligenciado. O dirigente lamenta a falta de uma política de governo sobre as práticas de eficientização de energia. Além disso, é necessário promover ações para modificar a cultura da sociedade. “É preciso mostrar a importância dessas ações, não somente econômica, mas também ambiental“, defende. Uma das dificuldades apontadas por Sigoli para que as práticas de eficientização sejam mais desenvolvidas é que os empreendedores, em períodos de crise, preferem não investir e, em períodos de expansão, focam a produção.

Veja a matéria completa na página original, do portal Jornal do Comércio.

Fique sempre atualizado!

Faça seu cadastro e receba nossos informativos, eventos e cursos.

Torne-se um associado

Conheça os benefícios de ser um associado ABESCO

Como se associar