Moreira Franco ajuda na privatização da Eletrobras, diz presidente da estatal

09-04-2018

A escolha pelo presidente Michel Temer de Moreira Franco (MDB-RJ) para assumir o Ministério de Minas e Energia é positiva para os planos do governo de privatizar a Eletrobras, disse nesta segunda-feira (9) o presidente da elétrica estatal, Wilson Ferreira.

“Ele é comprometido com o projeto [de desestatização]. Acho ele bom… o Moreira tem importância política e poder para mover a privatização”, afirmou Ferreira, ao ser questionado sobre a substituição na pasta, após o ex-titular Fernando Coelho Filho deixar o cargo para disputar eleições.

O presidente da Eletrobras disse ainda que segue no cargo e comprometido com a modernização da companhia.

“Tenho muito trabalho em curso… e aposto que vamos ter condições de seguir com o projeto maior, que é o da democratização do capital [privatização] da Eletrobras”, adicionou.

O presidente Michel Temer decidiu neste domingo (8) transferir o ministro Moreira Franco, da Secretaria-Geral da Presidência da República, para o comando do Ministério de Minas e Energia.

Conforme a Folha apurou, a decisão foi tomada com o intuito principal de manter o foro privilegiado de Moreira.

A definição do nome de Moreira é uma derrota para o ex-titular da pasta, Coelho Filho, que pretendia emplacar seu secretário-executivo, Paulo Pedrosa, que também acabou anunciando que deixaria a pasta.

LEILÃO

Ferreira disse que o edital do leilão de privatização de seis distribuidoras da Eletrobras, previsto para 21 de maio, será publicado ainda nesta semana.

A Eletrobras também fará um leilão para vender fatias em usinas eólicas e linhas de transmissão, agendado para 7 de junho. A data está sujeita a alteração, mas o certame deve acontecer ainda no mês de junho, adicionou Ferreira.

Fonte: Folha de S.Paulo

Fique sempre atualizado!

Faça seu cadastro e receba nossos informativos, eventos e cursos.

Torne-se um associado

Conheça os benefícios de ser um associado ABESCO

Como se associar